Não é novidade para ninguém que a higiene bucal tem um papel fundamental na saúde de qualquer pessoa. No entanto, com o surgimento do novo coronavírus, esse simples cuidado ganhou uma importância ainda maior. Além de combater doenças bucais, a escovação ajuda a diminuir a disseminação do vírus que é transmitido pela saliva e outras gotículas respiratórias. Para esclarecer um pouco mais sobre o assunto, o Sorrisologia entrevistou o dentista Basílio Pires que contou como a higiene bucal ajuda a prevenir a COVID-19.

Entenda os sintomas do coronavírus

De acordo com a OMS, Organização Mundial de Saúde, a COVID-19 começa como uma gripe bem leve, podendo evoluir para um quadro de pneumonia e complicações respiratórias. Seus principais sintomas são:

– Falta de ar;
– Tosse forte;
– Febre alta e constante.

A higiene bucal ajuda a prevenir o coronavírus

Você já deve ter ouvido falar que a mucosa da cavidade oral pode ser a porta de entrada para a infecção da COVID-19, certo? Por esse motivo, a odontologia desempenha um papel fundamental na prevenção da disseminação da doença. “A má higiene bucal é um fator de risco para o quadro. Sendo assim, além de manter o distanciamento, fazer uso de máscaras, higienizar as mãos com água e sabão e utilizar álcool em gel 70º, é importante manter uma rotina de escovação adequada”, explica o profissional. Dessa forma, é possível reduzir a quantidade de vírus na boca e, assim, diminuir a alta taxa de infecção.

Saiba como a higiene bucal deve ser praticada em casa

Para manter uma boa higiene oral e driblar o coronavírus, o profissional indica alguns cuidados que devem fazer parte do seu dia a dia:

– Escove os dentes com escova macia e pasta de dentes com flúor ou agente terapêutico após as refeições;

– Capriche na higienização do dorso da língua com um raspador de língua ou até mesmo uma escova de dentes de cerdas macias. Nesse caso, é importante que o movimento seja feito de trás para frente;

– Utilize o fio dental antes da escovação de duas a três vezes por dia;

– Use enxaguante fazendo bochechos ou gargarejos para completar a higiene bucal;

– Cuide da sua escova de dentes e dos higienizadores linguais mantendo-os imersos em soluções desinfetantes ou em enxaguantes bucais.

– Troque a escova de dentes a cada três meses ou quando as suas cerdas estiverem desgastadas.

Lembre-se: a higiene bucal é um cuidado básico, mas importantíssimo durante a pandemia, assim como a lavagem das mãos.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Basílio Pires de Figueiredo Filho – Especialista em prótese e endodontia
Rio de Janeiro – RJ
CRO-RJ: 5859

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Basílio Pires de Figueiredo Filho – Especialista em prótese e endodontia
Rio de Janeiro – RJ
CRO-RJ: 5859

Fonte: http://www.sorrisologia.com.br

Agende sua consulta pelo WhatsApp!
Enviar WhatsApp