Produto Relacionado:
Oral-B Pro-Saúde Advanced

Oral-B Pro-Saúde Advanced

Compre aqui

O curativo dentário é um cuidado paliativo de grande ajuda nos tratamentos odontológicos. Ele serve para proteger um dente quebrado ou que não pode terminar um procedimento no mesmo dia, como uma restauração ou um canal. Além desses casos, em quais situações é indicada a colocação de um curativo dentário? O Sorrisologia conversou com a dentista Letícia Mascaro que listou as principais ocasiões. Veja só!

O que é um curativo dentário?

O curativo dentário é um selante à base de óxido de zinco e eugenol que precisa ser usado para proteger a integridade interna do dente e devolver a sua funcionalidade. Muitas vezes, o dentista precisa aplicar o curativo dependendo do tipo de tratamento que ele irá realizar e o tempo que esse procedimento vai demorar a ser feito. Em alguns casos, não é possível terminar o tratamento na mesma consulta e é aí que entra a ajuda do curativo dentário – técnica feita antes da restauração.

Esse suporte também é fundamental para que o dente não fique aberto e exposto a bactérias e outras sujeiras até o fim do procedimento. Letícia ainda atenta ao tempo de vida desse cuidado paliativo: “O curativo só poder ser usados por um curto período e acaba não sendo estético por sua coloração esbranquiçada”. Por isso, não demore para terminar o que o dentista começou no consultório dentário e não espere o selante quebrar para voltar ao profissional com um problema ainda maior.

5 situações que um curativo dentário pode ser colocado

A dor de dente motivada por uma cárie é o principal motivo para o uso do curativo dentário. “Por isso é necessário colocar um curativo depois de remover toda a lesão. Assim, o dentista pode fazer o canal ou a restauração do dente, posteriormente”, esclareceu. Pode acontecer também da restauração do dente cair e o dentista não conseguir realizar o procedimento logo de imediato. “Quando isso acontece, colocamos um curativo como restauração temporária, para o dente não ficar exposto a bactérias”, revelou.

1. Queda de uma restauração antiga;

2. Quando quebramos o dente;

3. Quando o dentista não consegue terminar o tratamento de canal no mesmo dia;

4. Solução temporária para proteger um dente que está passando pelo tratamento de cárie.

Entenda os cuidados que devemos ter com um curativo no dente

– Evite mastigar com o lado em que o dente recebeu o curativo para não correr o risco de quebrar;

– Mantenha uma boa rotina de higiene bucal após às refeições, sem esquecer do uso do fio dental;

– Não remova o curativo em casa. Isso pode piorar a situação do dente, causando alguma infecção.

Esse artigo teve a participação de:

Leticia Mascaro
CRO-SP: 101506
Graduada em Odontologia pela Universidade Camilo Castelo Branco, cursando a graduação de Odontopediatria na Apcd de Santo André