Na infância, todo cuidado é pouco no que diz respeito à saúde bucal dos pequenos. Desde que os primeiros dentinhos começam a surgir até a troca para os dentes permanentes, é preciso ter muita atenção para evitar inconvenientes como as cáries, a fluorose ou até mesmo a erosão dentária. Sobre esses problemas que podem se infiltrar nos dentes de leite, a ortodontista da Clínica DH Odonto, Daniele Haller, comenta: “Infelizmente ainda é muito comum encontrar crianças acometidas por lesões de cárie em vários estágios”.

Quais problemas podem afetar os dentes de leite? Como preveni-los?

A preocupação com os dentes do seu filho é inevitável, mas não há motivo para desespero. Até porque, segundo a dentista, os problemas que podem afetar os dentes de leite são basicamente os mesmos que afetam os permanentes. “Os principais são a cárie e algumas anomalias genéticas e de formação do esmalte e da dentina”, destaca.

Tendo isso em vista, além de consultas periódicas ao odontopediatra, a especialista recomenda aos pais: “A prevenção é feita através da higienização bucal desde a época em que o bebê possui apenas as gengivas. Ela é iniciada com uma limpeza com gaze e água, e vai evoluindo para a escovação conforme o surgimento dos primeiros dentinhos”.

O que é a fluorose dentária? Que riscos ela traz para a saúde das crianças?

Apesar de ser um hábito que mereça ser estimulado, a escovação dos dentes em excesso pode causar a chamada fluorose dentária. Isso acontece porque a abundância de flúor no organismo infantil durante a formação do esmalte e da dentina, além do flúor presente nos cremes dentais, pode ocasionar os dentes manchados. Com um aspecto que varia entre amarronzado e amarelado, a fluorose muitas vezes é confundida pelos pais com as cáries, mas na prática são problemas completamente diferentes. É fundamental que ao sinal de qualquer anormalidade nos dentes, os pais busquem orientação profissional.

O que fazer ao identificar cáries nos dentes de leite?

Um dos mais temidos problemas bucais de todos os tempos é a cárie. Embora essa complicação não dependa exclusivamente da idade, as cáries acometem principalmente as crianças, tornando-se um fator de alerta para os pais. A dentista sugere que o ideal é focar na prevenção, obtendo orientações de um odontopediatra sobre como fazer a higiene entre as mamadas, além de outros cuidados.

Nos casos em que a criança já sofreu alguma lesão provocada por cáries, a profissional destaca que é necessário remover o tecido infectado para restaurar o dente. “Já em casos de lesões mais profundas, é recomendado tratar o canal para eliminar o foco de infecção e manter o dente de leite até que o permanente esteja pronto para substituí-lo”, aconselha.

O que causa a erosão nos dentes de leite e qual a solução?

Uma das preocupações recentes dos especialistas é a erosão dentária, um transtorno que provoca a diminuição constante da espessura do esmalte do dente e mais uma série de outros problemas. De acordo com Daniele, ela pode ser causada por pelo menos dois motivos: devido a escovação com uma escova inadequada para a idade, ou por fazer muita força no ato de escovar. “O ideal é usar escovas adequadas à idade, com cabeça pequena e cerdas macias. Deixar a criança ‘escovar’ e, em seguida, o responsável fazer a escovação com delicadeza,” orienta.

Este artigo tem a contribuição da especialista:

Daniele Haller – Cirurgiã-dentista da Clínica DH Odonto

Rio de Janeiro – RJ

CRO-RJ 25.461